Dona Inez, um exemplo de vida aos 103 anos de idade

001

 

Moradora de Campo Bom trabalhou na roça por quase 60 anos e hoje ocupa o tempo fazendo crochê e tricô e dando bons conselhos às pessoas

“Assim como as flores que atraem os pássaros e os insetos, possibilitando a formação de frutos e sementes que germinarão novas plantas, as belas palavras dos meus avós encantam meu pensamento: cores harmoniosas, aromas agradáveis e saboroso néctar.”

A frase do fotógrafo Vherá Poty Benites da Silva, indígena Guarani-Mbyá, nos chama à reflexão sobre a importância que damos aos idosos, que têm seu dia comemorado em 1º de outubro, desde 1991. E para lembrar o valor dos idosos, destacamos hoje a vida de dona Inez dos Santos, moradora de Campo Bom, que no dia 1º de novembro completará 104 anos de muita disposição, determinação e exemplo de vida. Viúva há mais de 50 anos, dona Inez tem três filhos (Valcir Pedro e Nivea), dez netos (Valquiria, Alessandra, Micael Fernando, Jean Felipe, Bruna Daniela, Jordana, Eduarda, Jeferson, João Vitor e Joice) e oito bisnetos (Bernardo, Miguel, Manuely, Braiam, Rebeca, Yara, Miguel e Valentina).

A audição e a visão já não são as mesmas da jovem que trabalhava de sol a sol, na região das Missões, lá nos distantes anos das primeiras décadas do século passado. Lúcida, bem humorada e com uma simpatia a toda prova, Dona Inez, que há mais de quarenta anos reside na Grande Operária, é uma pessoa religiosa e tem sempre um bom conselho aos mais jovens. “Precisamos fazer o bem para as pessoas e acreditar em Deus”, diz. E, certamente, toda sua vitalidade vem dessa fé e amor pela vida. “Trabalhei na roça muito tempo, e se fosse possível ainda estaria lá, plantando milho, feijão, tudo. Eu nunca soube o que é preguiça”.

Com mais de um século de vida, as lidas da roça já não são possíveis, mas dona Inez segue com um dom muito especial. Mesmo com problema sério de glaucoma, ela faz tricô e crochê. Sua arte é admirável e a filha Nivea Lucia Kolás Silveira conta que não precisa qualquer estímulo para que ela ocupe seu tempo com o bordado. “Quando eu vejo, ela aparece com uma peça nova”. Sua  criação vai de capas para garrafinha d’água, garrafa térmica, até colchas coloridas, passando por tapetes entre outros.

Prefeitura tem programação especial no mês do idoso

A Prefeitura de Campo Bom, por meio das secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Social e Habitação, realiza várias atividades voltadas aos idosos neste mês de outubro. Confira a programação completa:

Dia 04/10 – Terça-feira – das 13 às 16h30 - Vispada no Centro de Eventos da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB), na Av. São Leopoldo, 560, organizada pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) Centro e Grande Operária.

Dia 06/10 - Quinta-feira – 14 horas - Baile da Estratégia de Saúde da Família (ESF) Santa Lúcia, na Associação de Moradores do Bairro, Rua Idalino João Martin, 359. O encontro é aberto às pessoas idosas de todo o município.

Dia 07/10 - Sexta-feira - das 10 às 11 horas - Atividades físicas para idosos, na Estação Saúde Viva Mais, próximo ao Parcão. Público alvo são os grupos de Convivência de Idosos Cras Centro e Cras Grande Operária, idosos acompanhados pelo Creas, grupos de terceira idade das associações de idosos, comunidade em geral e integrantes dos conselhos municipais de direitos.

Dia 07/10 – Sexta-feira – 14 horas - Atividades especiais para os idosos na ESF Firenze, abordando a prevenção da dor e assuntos que melhoram a qualidade de vida das pessoas da terceira idade. Evento contará com a participação do dr. Vitor Daniel da Silva Serra, da fisioterapeuta Damiana Franciele de Oliveira e da sexóloga Débora Kaefer.

Dia 13/10 – Quinta-feira – das 14 às 15 horas – Atividades especiais para idosos na ESF Imigrante Norte, sobre o enfrentamento das dificuldades e a resiliência.

Dia 18/10 – Terça-feira – das 14 às 16 horas - Panfletagem de divulgação do trabalho da Assistência Social junto aos idosos, no Centro da cidade. Organizada pelo Creas, a ação visa fortalecer os direitos da pessoa idosa, prevenindo e conscientizando a respeito das violações que essas podem vir a sofrer, com distribuição de material informativo abordando direitos e caracterizando as principais formas de violência contra a pessoa idosa.

Dia 19/10 – Quarta-feira – das 13h30 às 17h30 - Evento Outubro Rosa 2022 – “Câncer de Mama: Desafios e Direitos”, organização conjunta da Secretaria do Desenvolvimento Social e Habitação e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, no Teatro do Cei. Os palestrantes são Janaína Santos, Assistente Social com Especialização em Saúde Pública, ênfase em Saúde da Família, especialista em Saúde Mental e voluntária do Instituto da Mama – Imama; Izabel Moreira, especialista em produtos terapêuticos, voluntária do Imama; e Luciana Czerner, enfermeira especialista em Saúde Comunitária, da Secretaria de Saúde de Campo Bom. – SMS Campo Bom. O público alvo são os grupos de Convivência de Idosos do Cras Centro e Cras Grande Operária, idosos acompanhados pelo Creas, grupos de Terceira Idade das associações de idosos, comunidade em geral e integrantes dos conselhos municipais de direitos.

Dia 25/10 – Terça-feira - das 13h30 às 16 horas - Chá e Conversa, no Centro de Eventos da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil. A organização é dos Cras, Creas e Cadastro Único e a temática será “Quantas emoções pode reunir uma xícara de chá? (da adolescência à evelhescência)”. Serão palestrantes o psicólogo Henrique Rellinger, do Cras Centro, e a Assistente Social Mara Beatriz de Oliveira Eggert, da Secretaria da Saúde.

Dia 27/10 – Quinta-feira – das 13h30 às 16h30 - IV Baile da Primavera: Dançar é Viver, no Clube Recreativo e Cultural Oriente. Organizado pelos Cras, o evento reunirá os grupo de Convivência de Idosos, Cras Centro e Cras Grande Operária, grupos de terceira idade das associações de idosos, comunidade em geral e integrantes dos conselhos municipais de direitos.

Centro de Convivência do Idoso em construção

Pensado no bem-estar da população da terceira idade de Campo Bom, a Prefeitura está construindo um novo Centro de Convivência do Idoso. O espaço, que anteriormente ficava no Parque do Trabalhador, agora funcionará mais centralizado, na Avenida dos Estados, próximo ao Complexo Cei. A idealização para o novo espaço e a organização da maioria dos grupos de idosos, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), é feita pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação (SMDSH).

002 inez

 

003 inez

 

004 inez

 

006 inez


Imprimir