Trinta e um moradores de baixa renda foram contemplados com nova moradia

Sorteio de apartamentos foi na noite de quinta-feira (dia 30). Agora, a Divisão de Habitação entrará em contato com os contemplados agendando o comparecimento no Centro Administrativo

Cerca de 150 campo-bonenses estão mais próximos de realizar o sonho de ter sua residência própria. Dos 300 inscritos, os 31 primeiros sorteados são titulares contemplados com um apartamento popular, pelo Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e os demais, ficam na lista de suplentes. A Prefeitura de Campo Bom, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação (Smdsh), fez o intermédio entre a população e a Caixa Econômica Federal no sorteio que ocorreu na noite da quinta-feira (dia 30), na Câmara Municipal de Vereadores. Outras dez pessoas inscritas foram selecionadas para acompanhar a ação, presencialmente, sendo testemunhas do sorteio. O número reduzido de pessoas foi uma medida adotada para evitar aglomerações e a proliferação do coronavírus no local que foi demarcado respeitando os limites de distanciamento social seguro, indicados pelos órgãos competentes de saúde.

A ação foi resultado do chamamento público realizado em 2018, quando Administração Municipal e Caixa firmaram parceria para cadastro e recadastro de moradores interessados em futuros programas habitacionais. Conforme o secretário da Smdsh, Tiago de Vargas, a partir de agora a Divisão de Habitação entrará em contato com os titulares, agendando o comparecimento no Centro Administrativo para orientá-los sobre requisitos de preenchimento da vaga pela Caixa, como idoneidade cadastral e capacidade de pagamento compatível com as despesas mensais de arrendamento.
Em sua fala, o presidente da Câmara, João Paulo Berkembrock, parabenizou a Administração Municipal pelo empenho em levar dignidade àquelas famílias contempladas com um novo lar. “É uma bela notícia para a nossa comunidade em meio a esse momento de incertezas que vivemos”, comentou.

Sobre os imóveis
As 31 unidades sorteadas são apartamentos populares, sendo 19 no Residencial Alto Paulista, localizado na Rua Cláudio Metz, e 12 no Residencial Dona Augusta, na Rua Alvorada. Todos os apartamentos são de dois dormitórios e um banheiro, com sala e cozinha integrada. Os imóveis são oriundos de retomadas por inadimplência ou ocupação irregular e, por isso, podem conter avarias. O pagamento do imóvel será feito em 180 parcelas mensais com valor de acordo com a renda. Casal ou comprador individual com salário de até R$ 1.600,00 paga 0,05% do imóvel, o que resultará em aproximadamente R$ 175,00 por mês. Caso a renda mensal fique entre R$ 1.601,00 e R$ 3.100,00, a parcela aumenta para 0,07% do valor do imóvel, em torno de R$ 245,00. Por se tratar de venda, os proponentes deverão dispor dos valores para arcar com o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) a ser calculado pela Prefeitura, além das custas de cartório (de aproximadamente R$ 700,00).

Confira quem são os contemplados:
https://arquivos.campobom.rs.gov.br/index.php/s/xJA86yLa7KJg9w2#pdfviewer

Crédito de foto: Jordana Fioravanti/ PMCB

Tags