Campo Bom passa a aplicar doses de reforço em maiores de 18 anos

O intervalo entre as doses também diminuiu e agora é de cinco meses

As unidades de saúde de Campo Bom já iniciaram a aplicação de terceiras doses da vacina contra a Covid-19 em maiores de 18 anos. Até então, o reforço era destinado apenas aos idosos acima de 60 anos, profissionais da saúde e imunossuprimidos de alto grau, mas com nova determinação do Ministério da Saúde, o reforço passa a ser indicado a todos os maiores de idade. O intervalo entre as doses também diminuiu: agora as terceiras doses são aplicadas cinco meses após a conclusão do esquema vacinal.

“O avanço do cronograma acontece em conformidade com as recomendações do Ministério da Saúde, que entendeu a necessidade de dar maior abrangência ao reforço na imunização”, afirma o prefeito Luciano Orsi. O secretário de Saúde João Paulo Berkembrock enfatiza a importância de que se procure a terceira dose. “Campo Bom alcançou ótimos índices de cobertura vacinal até aqui, mas é preciso que a população não recue e siga atenta à necessidade do reforço”, observa.

Neste momento, as doses de reforço não se aplicam aos que tomaram a vacina da Janssen, já que estes, por recomendação do Ministério da Saúde, ainda terão que tomar a segunda dose da mesma vacina. Mais informações a respeito do cronograma de vacinação da Janssen serão divulgadas assim que o município receber as vacinas.

Onde há vacinação

A aplicação de primeiras, segundas e terceiras doses segue nas unidades de saúde: na UBS Paulista e Centro Materno Infantil, das 8h às 16h, tem primeiras e segundas doses da Pfizer, além das doses de reforço aplicadas sob as novas regras; na UBS Celeste, mediante agendamento (3597-7098), tem primeiras, segundas e terceiras doses da Pfizer, além de segundas doses da Coronavac; nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs), tem primeiras, segundas e terceiras doses da Pfizer, além de segundas doses da Astrazeneca. Nas ESFs, a vacina deve ser agendada.

Tags